Notícias

Operação 404: pela primeira vez, Polícia cumpre busca e apreensão no metaverso

Mais de 260 sites irregulares foram bloqueados durante a quarta fase da operação

João Boueri* 21/06/2022 • 12:55 - Atualizado em 21/06/2022 • 17:40

A primeira busca e apreensão no metaverso, um conceito de mundo virtual que tenta replicar a realidade, é cumprida no Brasil, de acordo com o Ministério da Justiça. O órgão coordenou uma ação realizada pelas Polícias Civil de 11 estados, nesta terça-feira, contra acusados de cometer crimes praticados pela internet.

De acordo com as investigações mais de 30 milhões de usuários acessavam os cerca de 700 sites e aplicativos ilegais de streaming que foram bloqueados. O dano estimado aos cofres públicos e iniciativas privadas passa de R$ 300 milhões.

Seis pessoas foram presas em flagrante e foram cumpridos quatro mandados de prisão temporária e 30 de busca e apreensão no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Alagoas, Bahia, Pernambuco, Mato Grosso, Goiás, Paraná e Rio Grande do Sul, além dos Estados Unidos e Reino Unido.

Os investigados usavam o metaverso para oferecer produtos piratas, como conta o coordenador do Laboratório de Operações Cibernéticas da Secretaria de Operações Integradas, Alesandro Barreto.

Segundo as investigações, 70% dos streamings investigados vendiam os dados pessoais dos clientes para o mercado clandestino. O principal meio de arrecadação dos criminosos é através de publicidades veiculadas nos sites irregulares.

*Estagiário sob supervisão de Luanna Bernardes