Notícias

Polícia investiga ligação entre assaltos a postos no Méier e em Ramos

Um dos criminosos que foi preso após assaltar um posto de combustíveis na Rua Cachambi faz parte da mesma quadrilha que cometeu roubo similar em Ramos

Nicolle Timm 27/06/2022 • 15:56
Um dos assaltos aconteceu na Rua Cachambi
Um dos assaltos aconteceu na Rua Cachambi
Google Maps

A Polícia Militar acredita que o criminoso preso após assaltar um posto de combustíveis na Rua Cachambi, no Méier, no domingo (26), faz parte da mesma quadrilha que cometeu um roubo, um dia antes, em outro posto em Ramos, também na Zona Norte.

O assaltante foi localizado pela PM após um tiroteio entre equipes da corporação e o grupo de criminosos, perto da favela do Jacaré. Os outros bandidos fugiram, mas abandonaram dois veículos. Neles, os militares apreenderam uma réplica de fuzil, uma caixa de som, 10 litros de chope, uma garrafa de whisky e cerca de 1200 latas e garrafas de cerveja. A mercadoria está avaliada em R$ 5 mil reais.

Os carros apreendidos são das mesmas marcas e cores que os automóveis utilizados no roubo da Rua Barreiros, em Ramos, no sábado (25). Foi a segunda vez, em dois meses, que o estabelecimento foi assaltado. De acordo com uma testemunha que prefere não se identificar, depois do assalto no início do mês passado, uma viatura da PM passou a ficar estacionada perto dali, mas os criminosos se aproveitaram do momento em que os militares saíram para patrulhar.

Na ação da madrugada de sábado (25), pelo menos sete bandidos estavam presentes. O crime foi flagrado por câmeras de segurança. Os criminosos pediram para abastecer R$ 150 em gasolina, mas quando o frentista foi cobrar o pagamento eles anunciaram o assalto. Até mesmo clientes da loja de conveniência foram obrigados a ajudar os assaltantes a levar as mercadorias roubadas para os automóveis. A maior parte dos produtos era de caixas de cigarro e fardos de cerveja. A dinâmica do crime foi muito parecida com a do assalto registrado no mesmo local, no dia 3 de maio. Até mesmo um dos carros utilizados.

Somando os dois roubos ao posto, o prejuízo já chega a quase R$ 23 mil.