Notícias

'Rachadinhas': Justiça do Rio rejeita denúncia envolvendo Flávio Bolsonaro

Decisão também engloba o ex-assessor do político, Fabrício Queiroz, e outras 15 pessoas

Gustavo Sleman 16/05/2022 • 18:30 - Atualizado em 16/05/2022 • 20:27
Flávio Bolsonaro foi denunciado em 2020
Flávio Bolsonaro foi denunciado em 2020
Wilson Dias/Agência Brasil

A Justiça do Rio rejeita a denúncia envolvendo o senador Flávio Bolsonaro no caso das 'rachadinhas' na Assembleia Legislativa. A decisão, tomada nesta segunda-feira (16), também engloba o ex-assessor do político, Fabrício Queiroz, e outras 15 pessoas.

O Ministério Público do Rio já havia pedido a anulação de todo o processo contra o parlamentar após o Superior Tribunal de Justiça e o Supremo Tribunal Federal anularem as provas que faziam parte da acusação. Na ocasião, o STJ entendeu que os materiais foram obtidos de forma ilícita.

Flávio Bolsonaro foi denunciado em 2020 sob a acusação de que liderava uma organização para recolher parte do salário de ex-funcionários.

Em nota, a defesa do senador afirmou que entende que o caso está enterrado e caso haja quaisquer desdobramento, serão tomadas as medidas judiciais cabíveis.