Economia

Bolsonaro sanciona lei que cria vale-gás para famílias de baixa renda

Beneficiários do “Gás para os Brasileiros” receberão, a cada dois meses, o valor correspondente a 50% do preço médio nacional do botijão de 13 kg

Da Redação, com BandNews TV e Jornal da Band 22/11/2021 • 09:23 - Atualizado em 23/11/2021 • 06:34

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta segunda-feira a lei que cria o vale-gás, um auxílio para ajudar famílias de baixa renda.

Os beneficiários do programa “Gás para os Brasileiros” receberão, a cada dois meses, o valor correspondente a pelo menos 50% do preço médio nacional de revenda. Contudo, ainda não há previsão para o início dos pagamentos.

Atualmente, o botijão de 13 quilos custa, em média, R$ 100, podendo chegar R$ 135 em alguns estados.

Poderão receber o benefício:

  • Famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal (CadÚnico) com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo.
  • Famílias que tenham membros que recebam o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

O objetivo do programa é dar um alívio ao bolso da população mais pobre, já que desde o início do ano, o preço médio do gás subiu quase 30%, e é um dos itens que mais têm pesado na inflação.

O auxílio deve durar cinco anos. As mulheres chefes de família terão preferência para receber o vale-gás.

O custo do programa está estimado em cerca de R$ 4 bilhões. Parte da verba será financiada pelo  pelo pagamento do CIDE (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico), imposto que incide sobre o botijão de 13 quilos, além de parte dos lucros da Petrobras pagos à União por royalties do petróleo e gás natural.