Masterchef

Por onde anda Jiang, do MasterChef? Ela desistiu de restaurante e rejeita a fama

A chinesa é uma da participantes mais queridas da história do programa da Band. Ela atua como consultora gastronômica e diz por que não gosta do assédio.

Felipe Pinheiro 08/04/2022 • 12:51 - Atualizado em 09/04/2022 • 19:56
Jiang Pu, do MasterChef, vive com o marido e as filhas em São Paulo.
Jiang Pu, do MasterChef, vive com o marido e as filhas em São Paulo.
Reprodução/Instagram

Jiang Pu é uma das ex-participantes mais icônicas que passaram pelo MasterChef. A chinesa entrou na maior disputa culinária do país na segunda edição, em 2015, e ficou em terceiro lugar na temporada vencida por Izabel Alvares. Sete anos depois, Jiang falou com a reportagem do Band.com.br e contou que a paixão pela cozinha continua mais forte do que nunca, mas nem tudo foi fácil após o programa.  

Um tempo após o MasterChef, ela abriu um restaurante de culinária oriental, mas não demorou para o sonho virar dor de cabeça. Com dificuldade para gerenciar o negócio, a cozinheira tomou a decisão de fechar as portas depois de dois anos.  

“É totalmente diferente [administrar um restaurante]. Não tive uma experiência boa em empreender. Era mais burocracia do que eu imaginava! Não é algo simples… precisa esperar montador, da ajuda do advogado… legislação para lá e para cá, mudança aqui e ali… eu tive que aprender tudo de novo! Aprendi mais do que na época da faculdade”, lembra.  

A minha paixão é a cozinha e não ser administradora. Por isso resolvi fechar.


Apesar da experiência ruim com o restaurante, o MasterChef foi o trampolim para Jiang passar pela transformação de carreira que tanto desejava. Ela se formou em estatística e não queria trabalhar na área: “Eu não me sentia bem no escritório. Pensei que ao me inscrever no MasterChef, talvez eu conseguisse trabalhar na cozinha”.


Jiang na área de consultoria de restaurante


Depois que fechou o restaurante, Jiang deu à luz a segunda filha e pausou alguns projetos por conta da pandemia. Ela é mãe de Cecília  e Emily — ou Melancia e Melona, respectivamente, que é como Jiang chama as meninas carinhosamente nas redes sociais. A ex-MasterChef segue na área da culinária, mas por enquanto desistiu de abrir novamente um restaurante.  

“Estou fazendo consultoria para uma marca de restaurante. É uma rede de comida asiática e entrei para desenvolver o cardápio e fazer treinamento da equipe. Muito melhor isso do que ficar na administração ou no RH. No meu restaurante eu tinha que me dividir em quatro áreas!”, diz.  

Entre os próximos projetos, ela tem o desejo de montar um serviço de jantar em casa. “Quero fazer algo por prazer e gostoso, como conversar com o cliente. E não ficar atrás do balcão ouvindo reclamação do garçom”, afirma.  

Sobre a maternidade, Jiang acredita que ganhou uma responsabilidade que nunca antes havia imaginado: “Fiquei mais responsável do que eu era. Qualquer coisa que eu faça terá uma consequência eterna para as minhas filhas. Preciso pensar em tudo que faço por isso”.  


“Só quero ser eu mesma”


No MasterChef, Jiang Pu virou meme pelo seu jeito de falar, mas não gostava de ser classificada como “fofa”. Ela explica:

Algumas crianças na rua me falavam, você é muito fofa! Eu olhava para a criança e falava: você que é fofa. Eu já sou uma adulta de 25 anos e me sentia incomodada com isso.  

A consultora gastronômica diz que ainda é lembrada nas ruas – mas ela não gosta muito quando isso acontece. “Esses dias chamei um serviço de chaveiro para arrumar em casa e, depois de um tempo, o prestador perguntou: você é a Jiang do MasterChef? Eu falei, pois é, sou eu”.  

“Às vezes incomoda por causa do ambiente em que estou… Imagina, estou confortável na minha casa e a pessoa pergunta tal coisa… só quero ser eu mesma”.  

Ela continua morando em São Paulo com a família. Para o futuro, o desejo é um só: 

O que eu preciso é me sentir feliz, né? Mais do que sucesso financeiro.