Masterchef

O que é Baked Alaska? Sobremesa com sorvete será tema de prova no MasterChef

No 8º episódio da temporada, os participantes terão que lidar com um dos maiores desafios de confeitaria do jogo até agora

Stefani Sousa 23/08/2021 • 16:42 - Atualizado em 23/08/2021 • 16:50
Baked Alaska leva pão de ló, sorvete e merengue
Baked Alaska leva pão de ló, sorvete e merengue
Carlos Reinis/Band

Uma prova de confeitaria aguarda os participantes do MasterChef na eliminação da próxima terça-feira, 24. Os cozinheiros que não forem tão bem no duelo de feijões, que define o primeiro desafio da noite, terão que preparar um Baked Alaska para fugir da berlinda.  

A sobremesa, pouco popular no Brasil, é um clássico criado em 1876 pelos americanos. Ao que tudo indica, a receita foi desenvolvida para homenagear a conquista do Alasca como território dos Estados Unidos. Mas afinal, do que é feito o doce que parece um iglu?  

Ao Band.com, o chef Peter Katzenbeisser, consultor de gastronomia do MasterChef, explica que a sobremesa nada mais é do que um bolo recheado com sorvete e coberto por merengue. “É feito um pão de ló que pode ser assado redondo [já no formato em que deve ficar] ou quadrado e, depois, cortado. Tem ainda bolas de sorvete e salada de frutas, se quiser colocar no recheio. Por fim é feito um merengue para a cobertura”, ensina.  

Depois de montado, o doce é levado ao congelador por 2 ou 3 horas e, por fim, vai ao forno por alguns minutos para flambar, o que também pode ser feito com um maçarico. Para acertar na receita, a dica do chef é utilizar tudo frio, desde o pão de ló ao merengue. O bolo, por sua vez, pode ser feito em uma camada bem fina.  

“É fácil de fazer”, garante. “O merengue pode ser cozido ou normal, batido. O grande segredo é que as claras têm que estar bem geladas para que ele fique montado e não corra o risco de derreter. Também é muito importante deixar gelar para que não dê nada errado na parte do forno ou do maçarico”, alerta.  

Bater bem o merengue é outra dica para que ele não cristalize, altere os sabores ou deixe-o prato craquelado, o que pode resultar em uma verdadeira bagunça. Comprar o sorvete pronto pode facilitar o preparo, mas, se preferir fazer em casa, é possível preparar na batedeira. Fique de olho na base de leite e gemas da receita: “Precisa ficar bem homogêneo, pode até passar a mistura na peneira depois”, orienta o especialista. 

Dicas anotas, que tal preparar um Baked Alaska para comer enquanto assiste ao programa de amanhã? É às 22h30!