Notícias

Jacquin conta por que comprou bistrô de ex-participante de "Pesadelo" que morreu de Covid-19

Chef é o novo dono do restaurante Ça-Va, que estará na terceira temporada de Pesadelo na Cozinha

Da Redação 03/04/2021 • 13:33 - Atualizado em 03/04/2021 • 14:12

Erick Jacquin já passou por muitos estabelecimentos em Pesadelo na Cozinha. Mas a terceira temporada teve um sabor especial para o chef, que decidiu comprar um dos restaurantes, o Ça-Va, após as gravações, que aconteceram no início de 2020, antes da pandemia. Depois das filmagens, o antigo dono, Antônio Carlos Cirelli, morreu vítima de Covid-19, e os filhos dele procuraram o líder da atração para uma oferta. 

“Depois que ele faleceu, os filhos dele me ligaram e falaram ‘Jacquin, meu pai foi embora. Você está interessado? A gente não vai ficar com o restaurante, a gente vai fechar. A gente vai entregar o ponto’”, conta em entrevista ao Portal da Band, sobre o restaurante que estará no segundo episódio da terceira temporada de Pesadelo na Cozinha, em 6 de abril.

Conhecido por não medir as palavras na hora de criticar ou brigas com os proprietários no programa, Jacquin conta que teve dificuldade de fazer isso com Seu Antônio, que morreu aos 70 anos, por conta da idade e também da admiração que ele tinha pelo país de Jacquin. “Ele era um apaixonado pela França, mas esse restaurante não tinha nada de francês. Pouco. Ficava só a experiência e a admiração do Seu Antônio pela França, mas a comida não tinha muitas coisas francesas. Ele faleceu, infelizmente, sem ver esse resultado. Hoje ele estaria muito feliz de ver esse restaurante”, explica.

Jacquin continuou a reforma do programa depois da compra, mas fez questão de manter o mesmo nome e as características do local para honrar e homenagear o antigo dono. “Deixei o mesmo nome, deixei muitas coisas na decoração do restaurante. Transformei quase nada. Deixei dentro os quadros, deixei a frente, deixei do jeito que ele é, a cadeira e as mesas de fora do restaurante. Tudo o que comprei e reformei pensei no dono. Falei 'vamos continuar a história desse restaurante'. Então parece que o programa está lá ainda.”

Com tudo pronto, ele fica triste por Seu Antônio não ter visto o resultado “Ele foi internado por outro motivo, pegou covid no hospital e faleceu. Fiquei muito triste, não imaginava que ele ia falecer. Ele não viu o programa na televisão, não viu o resultado, não viu nada”, diz. Ainda assim, se orgulha de dar continuidade aos planos do antigo proprietário. “Me senti na obrigação de continuar a história.”

  • pesadelo na cozinha
  • ça-va
  • erick jacquin
  • compra restaurante