Fórmula 1

Após violações de limites de pista, GP da Áustria terá novas caixas de brita

Novas caixas de brita serão instaladas entre as curvas 9 e 10 para evitar show de punições dadas após a corridas, como aconteceu em 2023

Da redação

Após violações de limites de pista, GP da Áustria terá novas caixas de brita
Getty Images/Red Bull Content Pool

A pedido da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), a organização do GP da Áustria instalou duas novas caixas de brita nas curvas 9 e 10 do circuito de Spielberg. As novas áreas instaladas nas duas últimas curvas do Red Bull Ring possuem 2,5 metros de largura cada e visam inibir a tentativa dos pilotos de ganhar tempo usando a parte de fora da pista. 

A medida foi tomada para evitar uma repetição do que aconteceu em 2023, quando cerca de 1200 infrações de limites de pista foram investigadas, resultando em 83 punições, sendo várias delas aplicadas após ao término da corrida. No fim, um total de oito pilotos foram penalizados. Para se ter uma ideia, Esteban Ocon sozinho foi punido quatro vezes, com um total de 30 segundos de penalização. 

Na edição do ano passado, era um sensor que indicava que os pilotos haviam violado os limites de pista. Com essa informação, os comissários da FIA olhavam caso a caso para investigar se a infração havia de fato sido cometida, gerando uma alta carga de trabalho.

Com a solução da caixa de brita, os pilotos que abusarem dos limites de pista acabarão perdendo tempo e, possivelmente, o controle do carro. 

Horários do GP da Áustria 

Tópicos relacionados

Notícias

Carregar mais