Fórmula 1

Pilotos da F1 saem em defesa de Hamilton após fala de Piquet

George Russell, Charles Leclerc, Esteban Ocon e Daniel Ricciardo foram alguns do pilotos do atual grid que se manifestaram em apoio ao heptacampeão

Da redação 28/06/2022 • 17:48
Pilotos saem em apoio a Lewis Hamilton
F1

Após Mercedes, Ferrari, Fórmula 1 e a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) se manifestarem nesta terça-feira (28) em apoio a Lewis Hamilton e contra manifestações de racismo, foi a vez de parte dos pilotos do grid fazer o mesmo. 

Os posicionamentos ocorrem após vir à tona uma entrevista de Nelson Piquet, na qual o tricampeão usa repetidas vezes o termo “neguinho” para se referir ao britânico. As declarações de Piquet foram dadas em novembro de 2021 ao jornalista Ricardo Oliveira.

Mais cedo, o heptacampeão foi às redes sociais para se manifestar contra as declarações de cunho racista de Piquet. No Twitter, o heptacampeão escreveu em inglês e português, mas sem mencionar o ex-piloto de Fórmula 1.

Geroge Russell

"Tenho muito respeito por Lewis Hamilton. Ele fez mais pelo esporte do que qualquer outro piloto. E não apenas nas pistas, mas fora delas. O fato de ele e outros pilotos ainda precisarem lidar com este tipo de comportamento é inaceitável. Precisamos nos unir contra todos os tipos de discriminação" 

Ocorreu um problema ao carregar o tweet

Charles Leclerc

"Conheço Lewis desde que cheguei na F1. Ele sempre foi gentil e respeitoso comigo e com todos os outros. Esses valores deveriam ser padrão entre todo o mundo. Os comentários a respeito dele não devem ser tolerados, e nós precisamos continuar em busca de um esporte mais inclusivo e com mais diversidade. Precisamos acabar com comportamentos discriminatórios não apenas no nosso esporte, mas também na nossa sociedade"

Ocorreu um problema ao carregar o tweet

Daniel Ricciardo

“Discriminação e racismo não têm lugar nesse esporte ou na nossa sociedade. Aqueles que ainda escolherem espalhar ódio e usar essas palavras não são meus amigos. Eu gostaria de reconhecer o Lewis e todo o trabalho que ele tem feito, tanto dentro quanto fora das pistas, mas não apenas pregando a mensagem da igualdade, mas também combatento o ódio”

“Eu nunca tive de lidar com racismo, mas ele teve por toda a vida. Ainda assim, todas as vezes as respostas dele para o ódio são motivadas por maturidade, positividade e de forma educativa para o mundo saber como agira. Eu o apoio e farei o que for preciso para continuar apoiando”

Esteban Ocon

Esteban Ocon: "Não há lugara em nosso esporte e nossa sociaedade para qualquer tipo de discurso racista e discriminatório. Basta é basta. Eu trabalhei e passei tempo com Lewis ao longo dos ano, e sei que tipo de pessoa ele é. Sempre genuíno e respeitoso com todos ao seu redor. Ele fez muito pela F1, dentro e fora das pistas, e estamos orgulhosos de ter ele à frente da nossa luta por mais diversidade e inclusão no automobilismo. Eu apoio Lewis e o esforço contínuo para fazer o esporte que amamo um lugar melhor para todos"

Ocorreu um problema ao carregar o tweet