Fórmula 1

Hamilton celebra primeira vez da Mercedes de 2022 em uma reta "sem quicar"

Carro da equipe alemã se mostra mais estável, e heptacampeão termina o dia em terceiro; Russel é segundo

Da redação 20/05/2022 • 16:44 - Atualizado em 20/05/2022 • 16:45
Lewis Hamilton, no GP da Espanha
Lewis Hamilton, no GP da Espanha
Mercedes

A Mercedes chegou carregada de duas coisas para o GP da Espanha: atualizações e expectativas. E ambas foram correspondidas. Com as melhorias aerodinâmicas, pela primeira vez os pilotos não enfrentaram os quiques na gigante reta do circuito de Barcelona, conforme revela Lewis Hamilton, que ficou em terceiro no segundo treino livre. 

“Um muito obrigado a todos na fábrica por não desistirem. Não somos os mais velozes, mas estamos no caminho. É a primeira vez que piloto na reta sem quicar. Ainda quica um pouco, mas muito menos, então agora dá para pensar em extrair algum potencial”, diz Hamilton. 

Segundo o heptacampeão, o carro ainda tem limitações, mas ao eliminar os quiques indesejados já dá para pensar em lutar contra os carros da frente. 

“Ainda é difícil no carro, mas muito melhor que tem sido. Então muito grato pelas atualizações. Agora é ajustar o carro para tentar uma posição melhor amanhã. E acho que podemos fazer isso para começar a incomodar os caras à frente”, diz. 

Companheiro de Hamilton, George Russell teve desempenho ainda melhor ao terminar o dia na segunda posição geral. A dupla volta à pista neste sábado, às 8h, para o terceiro treino livre do GP da Espanha.