Fórmula 1

F1: No adeus à Williams, Russell admite 'sentimentos' antes do GP de Abu Dhabi

Britânico deixa equipe após três anos para se tornar companheiro de Lewis Hamilton na Mercedes

Da redação 07/12/2021 • 12:15 - Atualizado em 07/12/2021 • 16:03
Britânico deixa equipe após três anos para se tornar companheiro de Lewis Hamilton na Merc
Britânico deixa equipe após três anos para se tornar companheiro de Lewis Hamilton na Merc
Williams Racing/Divulgação

O Grande Prêmio de Abu Dhabi de 2021 marcará o fim da relação entre George Russell e a Williams. Em 2022, o britânico assumirá uma vaga na Mercedes, onde substituirá Valtteri Bottas na função de companheiro de Lewis Hamilton.

Após três temporadas na equipe inglesa, Russell admite que a última corrida de 2021 traz a ele “sentimentos mistos”.

“Vamos para a Abu Dhabi para a última corrida da temporada, e que certamente será uma um final de semana cheio de sentimentos mistos, já que minha jornada com a Williams chega a um fim. Tem sido três anos incríveis com a equipe, com muitos altos e também alguns baixos, mas estou determinado a sair da melhor maneira possível e ajudar a equipe a buscar o oitavo lugar no Mundial de construtores”, afirmou.

Ao longo de 2021, a Williams somou 23 pontos, sendo 16 com George Russell e seis com seu companheiro, o canadense Nicholas Latifi. O britânico ainda foi responsável pelo melhor desempenho da escuderia no ano, com o segundo lugar no Grande Prêmio da Bélgica.

Embora o desempenho durante a temporada tenha sido irregular, a Williams fechará 2021 com mais pontos do que nos últimos anos: foram apenas sete pontos em 2018, contra um de 2019 e nenhum de 2020 – o primeiro ano desde 1977, temporada de estreia do time, sem pontos.

Por isso, para Russell, garantir o oitavo lugar no Mundial seria “uma recompensa justa por todo o trabalho duro e o esforço de todos em Grove (sede da Williams) nos últimos anos”. A Alfa Romeo, nona no Mundial, tem 13 pontos.

“Lutamos muito contra as dificuldades desde que entrei para a equipe”, disse o futuro companheiro de Lewis Hamilton na Mercedes. “Tenho certeza de que haverá muitos sentimentos e emoções depois da corrida do domingo. Mas, até lá, meu foco está na pista e em conseguirmos um fim de semana forte.”