Fórmula 1

Equipe da F2 anuncia permanência de piloto expulso de academia da Red Bull

Jüri Vips deixou projeto após comentários racistas e homofóbicos em live

Da redação 29/06/2022 • 14:50 - Atualizado em 29/06/2022 • 15:05
Jüri Vips deixou projeto após comentários racistas e homofóbicos em live
Jüri Vips deixou projeto após comentários racistas e homofóbicos em live
Red Bull Racing

A Hitech, equipe britânica que integra o grid da Fórmula 2, anunciou nesta quarta-feira (29) que Jüri Vips permanecerá como titular do time até o final do ano.

Segundo a Hitech, que conta com Vips desde 2021, a permanência como titular dá ao estoniano uma chance de se redimir.

“Tomei a decisão de manter Jüri em seu assento na F2 com a Hitech pelo restante da temporada, uma decisão que foi seriamente debatida. Permitir a ele completar a temporada com a Hitech é uma oportunidade para que ele demonstre, mediante suas ações, o tipo de pessoa que é. Deixei claro que acredito que a linguagem usada foi totalmente inaceitável, mas escolhi dar a ele a chance de se redimir”, afirmou Oliver Oakes, chefe de equipe da Hitech, em nota.

“A Hitech GP emprega uma força de trabalho inclusiva e nunca foi conivente com o racismo ou com comportamentos ofensivos de quaisquer tipos. Dito isso, se vivemos em uma sociedade onde ninguém pode cometer um erro, e então genuinamente se desculpar, ter a chance de se redimir e aprender com isso, o que isso diz sobre a sociedade?”, acrescenta.

Oakes afirmou não saber o que levou Vips a jogar e transmitir seus games online no dia das ofensas, mas afirmou que “há coisas que seriam bem mais benéficas” para a carreira do piloto. Por isso, espera que o estoniano possa aproveitar a oportunidade da melhor forma.

“O que sei é que o fim do contrato com a Red Bull como resultado de suas ações é uma experiência esmagadora para ele, uma punição merecidamente severa. A realidade é que não uma resposta unânime que diga se a punição é suficiente, e isso é totalmente compreensível”, escreveu ainda o dirigente.

“Meu ponto de vista é que não há desculpas ou palavras por si só que sejam suficientes para consertar o estrago feito. Ao permitir que ele continue correndo com a Hitech, estamos dando a Jüri a oportunidade de demonstrar sincero e genuíno remorso em suas futuras ações. Ele precisa fazer valer cada oportunidade agora para tal.”

Oakes reconhece que a decisão “pode não satisfazer a todos”, mas acredita que “todos nós merecemos uma segunda chance na vida, embora nunca uma terceira”. E lembra: “O respeito, a reputação e a carreira de Jüri estão firmemente nas próprias mãos”.

Contratado em 2019 pela Hitech para disputar a Fórmula 3, Jüri Vips fechou aquele ano com o quarto lugar na temporada da categoria e o segundo lugar no Grande Prêmio de Macau. Em 2021, foi o sexto colocado na Fórmula 2 com o time, com duas vitórias. Em 2022, é atualmente o sétimo colocado da temporada.

Fórmula 2 é contra permanência

Também em comunicado nas redes sociais, a própria Fórmula 2 condenou as expressões adotadas por Jüri Vips e surpreendeu ao dizer que a decisão de manter o piloto na equipe “não seria a que tomaríamos”.

“Diante do recente incidente envolvendo Jüri Vips, a Fórmula 2 gostaria de reafirmar que o uso de linguagem racista ou discriminatória não pode ser tolerada em nenhum ambiente”, diz o texto.

“A decisão de hoje da Hitech Grand Prix é surpreendente, e não seria a que tomaríamos. Iremos monitorar a situação cuidadosamente com eles para assegurarmos que tal comportamento é apropriadamente conduzido”, completa.