Fórmula 1

Jornal espanhol diz que Madri tem interesse em receber corrida de F1

Governo local teria enviado carta a Stefano Domenicali para iniciar negociações

Da redação 23/06/2022 • 11:06
Governo local teria enviado carta a Stefano Domenicali para iniciar negociações
Governo local teria enviado carta a Stefano Domenicali para iniciar negociações
Comunidade de Madri/Divulgação

A Espanha pode receber um novo Grande Prêmio de Fórmula 1. Segundo o jornal El Confidencial, a Comunidade de Madri (uma das 17 divisões autônomas do país, equivalente aos estados no Brasil) já entrou em contato com a categoria para manifestar interesse.

A publicação informa que as negociações ainda estão em fase embrionária. Ainda assim, o governo da comunidade já teria enviado na segunda-feira (20) uma carta assinada por Enrique López, secretário de Presidência, Justiça e Interior da comunidade, para iniciar conversas com Stefano Domenicali, diretor-executivo do Formula One Group.

 “É um prazer escrever em nome do Governo da Comunidade de Madri para expressar nosso interesse no desenvolvimento de um GP de Fórmula 1 em Madri”, diz a carta.

"Como sabem, a região de Madri vive um notável desenvolvimento econômico e social nos contextos espanhol e europeu. Temos recebido um número crescente de visitantes de todo o mundo, e as competições esportivas estão se tornando cada vez mais prestigiadas e apreciadas na Comunidade de Madri”, acrescenta o texto de Enrique López.

A equipe da presidente da comunidade, Isabel Díaz Ayuso, acredita que um Grande Prêmio de F1 seria “uma grande oportunidade” para a região. Não há prazos para um possível acordo, mas o diário espanhol fala em planos para “os próximos anos”.

“Acredito que realizar em Madri um evento de automobilismo, que é um dos fenômenos esportivos mais emocionantes do nosso tempo, seria um sucesso para todos os profissionais, instituições e empresas envolvidas no desenvolvimento da Fórmula 1. Também seria uma satisfação para toda a região e seus cidadãos. É por isso que o Governo da Comunidade de Madri tem o maior interesse em torná-lo possível”, afirma ainda a carta do governo madrileno.

"Em suma, gostaria de confirmar nosso compromisso com vocês e com este projeto, bem como nossa disposição de assinar os acordos adequados para promover a corrida e oferecer um grande espetáculo esportivo e de entretenimento. Estamos prontos para trabalhar com vocês e com nosso time para trazermos a Fórmula 1 a Madri”, conclui o texto.

O rumor a respeito de um GP de F1 em Madri vem ao mesmo tempo em que o Circuito de Barcelona, palco da etapa espanhol da categoria desde 1991, é alvo de críticas. Embora tenha sido palco de parte da pré-temporada da categoria neste ano, o traçado catalão teve problemas para acomodar o público de cerca de 300 mil pessoas que compareceram ao fim de semana da etapa em maio, segundo veículos como os sites Motorsport.com e GP Fans.

Caso as negociações evoluam e se concretizem, Madri retornaria à F1, que já correu na comunidade entre as décadas de 1960 e 1980. Na época, o circuito de Jarama, na região metropolitana da capital espanhola, recebeu 11 provas (duas extraoficiais) entre 1967 e 1981, quando se revezava com Montjuic, na Catalunha, como palco do GP da Espanha.

O país também recebeu corridas de F1 em Pedralbes, na Catalunha (o GP da Espanha em 1951 e 1954); em Jerez de la Frontera, na Andaluzia (o GP da Espanha, de 1986 a 1990, e o GP da Europa em 1994 e 1997); e em Valência, na Comunidade Valenciana (o GP da Europa, de 2008 a 2012).