Fórmula 1

GP de Mônaco: Pérez lamenta trabalho dado a mecânicos para consertar carro

Mexicano da Red Bull bateu no fim do Q3 e largará no terceiro lugar

Da redação 28/05/2022 • 14:26 - Atualizado em 28/05/2022 • 14:44
Mexicano da Red Bull bateu no fim do Q3 e largará no terceiro lugar
Mexicano da Red Bull bateu no fim do Q3 e largará no terceiro lugar
F1

Sergio Pérez foi às redes sociais para lamentar o acidente que sofreu neste sábado, no último minuto do Q3 da classificação para o Grande Prêmio de Mônaco.

O mexicano da Red Bull vinha logo atrás de Charles Leclerc (Ferrari) até que bateu na entrada do túnel. Carlos Sainz (Ferrari) vinha na sequência e não conseguiu evitar a colisão. Com pouco tempo restante, a organização deu bandeira vermelha e decidiu não retomar a atividade.

Apesar do acidente, Pérez conseguiu o terceiro melhor tempo do Q3, com 1:11.629. As duas Ferrari largam na primeira fila, com Leclerc em primeiro e Sainz em segundo.

“Sinto muito que tenha terminado desta maneira”, desculpou-se Pérez no Twitter, admitindo que os mecânicos da Red Bull terão trabalho para consertar o carro até a corrida.

“Meus garotos terão uma longa noite. Mas espero recompensá-los com uma ótima corrida”, completou.

O mexicano largará ao lado do companheiro de equipe, o holandês Max Verstappen. Com um desempenho discreto até aqui, o campeão mundial de 2021 admitiu que não ficou feliz com o resultado.

“Não é o resultado que queríamos hoje, mas é o que é depois de um final de semana um tanto imprevisível. Poderíamos ter feito melhor, mas as bandeiras vermelhas são parte de Mônaco”, registrou Verstappen também no Twitter.

A largada do Grande Prêmio de Mônaco está marcada para as 10h (de Brasília) deste domingo (29). A prova tem cobertura completa do Grupo Bandeirantes de Comunicação.