Fórmula 1

Red Bull alfineta Aston Martin com lata verde de energético após caso de cópia

Aston Martin tem sido chamada de "Red Bull" verde por supostamente copiar solução de equipe austríaca; FIA não vê ilegalidade

Estagiário da F1 20/05/2022 • 11:27 - Atualizado em 19/06/2022 • 14:04
Latas verdes de energético no pitwall da Red Bull
Latas verdes de energético no pitwall da Red Bull
Red Bull

A Red Bull protocolou um protesto junto à Federação Internacional de Automobilismo (FIA) contra a Aston Martin por uma suposta cópia do design da lateral do RB18 pela equipe britânica. Mas a FIA, após inspecionar o carro da Aston, afirmou não ter encontrado irregularidades.

O caso fez a Aston Martin ganhar o apelido jocoso de “Red Bull verde” pelos fãs e jornalistas da F1. Aproveitando a situação, a Red Bull usou a criatividade para alfinetar a equipe rival colocando latas verdes do energético no pitwall (aquele lugar cheio de telas onde fica o chefe de equipe e engenheiros durante o fim de semana) e até fazendo uma postagem brincalhona. 

“Um refresco entre os treinos”, postou a equipe austríaca ao mostra a lata verde de energético, que tem sabor de Dragon Fruit (Pitaya).

  

Esta não é a primeira vez que a Aston Martin é acusada de plágio. Em 2020, a equipe, ainda Racing Point, foi apelidada de Mercedes Rosa pelas semelhanças com o carro da equipe alemã. 

Naquela ocasião, a FIA puniu a equipe com multa de R$ 2,5 milhões e a perda de 15 pontos no campeonato após protestos de outras equipes.

A diferença é que naquela época existia uma parceria entre Racing Point e Mercedes, diferentemente do caso atual com a Red Bull.