Jogo Aberto

“Moiô”: Denílson sofre com Renata e critica Volpi e Liziero após queda do São Paulo

Fortaleza não deu chance ao rival tricolor na Copa do Brasil, e comentarista teve que aguentar a zoeira

Da Redação, com Jogo Aberto 16/09/2021 • 12:30 - Atualizado em 16/09/2021 • 12:40

Denílson Show foi alvo de muita zoeira no Jogo Aberto desta quinta-feira (16), um dia depois de o São Paulo perder por 3 a 1 para o Fortaleza e mais uma vez se despedir do sonho da conquista inédita da Copa do Brasil. Renata Fan, que foi muito provocada quando o Leão derrotou o Inter por 5 a 1 no Brasileiro, pôde se vingar. 

“Olha só! Me zoou tanto no 5 a 1 e agora leva um banho de bola do Fortaleza, com um domínio completo e uma classificação inquestionável. Mas tomara que tenha acabado a munição. Não precisa disso de novo no domingo no Beira-Rio, Leão”, brincou a apresentadora, lembrando que os cearenses são o próximo rival do Inter. 

“Falar o quê? Moiô”, resumiu Denílson, antes de ainda encarar a provocação de espectadores do programa ao som de músicas como “gosto muito de você, leãozinho”. 

Brincadeiras à parte, o comentarista não poupou críticas à atuação são-paulina no Castelão. “Teve 5 minutos de bom futebol. No primeiro gol o Liziero comete um erro que você aprende na base, de não tocar para o companheiro ali de costas. O Benítez foi o menos culpado, foi um passe curto. E aí o Volpi tem tempo para se posicionar e falha. O São Paulo fez mais uma vez um jogo péssimo em momento decisivo”, lamentou, antes de elogiar o algoz. 

“Já disse antes que o Fortaleza não era zebra contra o São Paulo e também não vai ser zebra se eliminar o Galo (adversário na semifinal da Copa do Brasil). A responsabilidade é toda do Atlético, pela folha salarial, pela qualidade dos jogadores... O Fortaleza entra confiante, tranquilo e já entrou para a história”, completou.

Sgarbi revoltado

João Pedro Sgarbi, outro integrante são-paulino da bancada do Jogo Aberto, também ficou na bronca com a atuação dos paulistas na partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil.

“Campanha volta Rogério Ceni para o lugar do Volpi. Não é pro lugar do Crespo não. Pelo amor de Deus. Mas é um time apático, sem reação. Não é vergonha perder para o Fortaleza, mas perder do jeito que perdeu. É o São Paulo Futebol Clube. Fazia tempo que eu não ficava tão revoltado”, revelou

Ronaldo Giovaneli também entrou na zoeira, mas poupou o goleiro do São Paulo. “Não vale ficar jogando pedra só no Volpi. Foi um massacre do Fortaleza do início ao fim”.  

  • Futebol
  • Esportes
  • jogoaberto