Notícias

"Besuntado de Tonga" arrecada mais de R$ 1,8 milhão para o país

Tonga foi devastada por erupção de vulcão seguida de tsunami no último sábado (15)

da Redação 19/01/2022 • 14:13 - Atualizado em 19/01/2022 • 14:26
O atleta olímpico Pita Taufatofua, conhecido como "besuntado de Tonga",
O atleta olímpico Pita Taufatofua, conhecido como "besuntado de Tonga",
Reprodução/Facebook

O atleta olímpico Pita Taufatofua, conhecido como "besuntado de Tonga", arrecadou mais de 460 mil dólares australianos (o equivalente a mais de R$ 1,8 milhão) em doações para o país, devastado por uma erupção de vulcão seguida de tsunami no último sábado (15). 

Pita Taufatofua ficou conhecido ao levar a bandeira de Tonga na abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, sem camisa e com o corpo “besuntado” com uma espécie de óleo. Após o sucesso, a cena se repetiu nos Jogos de Inverno de 2018 e nas Olimpíadas de Tóquio, em 2021. 

A vaquinha foi criada há três dias com a meta de arrecadar 1 milhão de dólares australianos (R$ 4 milhões) e não tem data para ser encerrada. 

Vídeo: imagens mostram destruição em Tonga

“Como todos sabem, um grande tsunami causado por uma erupção vulcânica devastou Tonga. A erupção ocorreu em Haapai e se espalhou por todas as ilhas. Os relatórios iniciais de danos foram catastróficos e todas as comunicações com Tonga foram eliminadas. Estamos buscando suas doações para ajudar nosso reino insular”, diz a descrição da vaquinha.

“Meu pai, o governador de Haapai, está em Tongatapu. Nesta fase, não temos notícias dele, mas estamos nos preparando para ajudar o país. Estou no campo de treinamento na Austrália, mas mobilizando toda a assistência que puder. Nos próximos dias, semanas, precisaremos da sua ajuda. A prioridade inicial para os fundos será destinada aos mais necessitados, infraestrutura e danos a escolas, hospitais, etc. Este é um levantamento de fundos contínuo e será atualizado regularmente”, completa. 

Tsunami em Tonga

A erupção de um vulcão submarino causou um tsunami em Tonga e na Samoa Americana, no Oceano Pacífico, neste sábado (15). A capital do país, Nuku'alofa, teve partes inundadas por ondas que chegaram a um metro, causando caos e destruição em toda a zona costeira. 

Pelo menos três pessoas morreram.

O vulcão Hunga-Tonga-Hunga-Ha'apai fica a cerca de 65 km ao norte da capital. A erupção foi observada do espaço por imagens de satélite e um alerta foi emitido pelo Serviço Meteorológico de Tonga. 

Algumas das primeiras imagens de satélite realizadas após a erupção começaram a mostrar o impacto da destruição. Nelas, é possível ver áreas cobertas por cinzas. Outras áreas foram alagadas, e algumas construções chegaram a desmoronar.