Bora SP

Covid-19: cidades da Grande SP solicitam leitos após aumento nas internações

A alta de pacientes internados em enfermaria foi de 275% e 199% de internações em leitos de UTI

Pedro Campos 26/01/2022 • 11:35

Cidades da Grande São Paulo pressionam os governos estadual e federal para receber mais leitos, após o aumento no número de internações por Covid-19. A alta de pacientes internados em enfermaria foi de 275% e 199% de internações em leitos de UTI. 

Ferraz de Vasconcelos, Cotia, Rio Grande da Serra e Biritiba-Mirim não possuem leitos próprios para o atendimento de pacientes. A situação também é grave em Itapecerica da Serra, Mauá e Diadema por causa do aumento no número de pacientes. 

Leitos de UTI na capital paulista

O número de internações de pacientes em unidades de terapia intensiva (UTI) na cidade de São Paulo passou de 52, em dezembro, para 363 nesta segunda-feira (24), segundo dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde no boletim epidemiológico da Covid-19. 

Alta na taxa de transmissão

A taxa de transmissão da Covid-19 voltou a crescer no Brasil e é a mais alta em um ano e meio. Em uma semana o número passou de 1,35 para 1,78. Isso significa que 100 pessoas com a doença transmitem para 178 pessoas.