Notícias

Dona de camarote na Sapucaí é presa por preparar alimentos em banheiro

Aproximadamente 500 kg de alimentos encontrados no sanitário foram descartados

Da redação

Alimentos preparados no Sambódromo da Sapucaí
Alimentos preparados no Sambódromo da Sapucaí
Reprodução/PCERJ
Topo

A Polícia Civil da 6ªDP, da Cidade Nova (RJ), prendeu neste domingo (11) os representantes de um camarote do Sambódromo da Marquês de Sapucaí, por crime contra as relações de consumo. Os donos do camarote vendiam alimentos impróprios para consumação e preparavam as refeições em um banheiro do local.

Segundo apuração da Band, a dona de um buffet e a responsável pelo camarote foram detidas após a fiscalização da Polícia Civil, do Ministério Público e do Instituto Municipal de Vigilância Sanitária (Ivisa-Rio).

Aproximadamente 500 kg de alimentos encontrados no sanitário foram descartados. De acordo com a promotora de Justiça, Rosemary Duarte Viana, o local não tinha refrigerador para armazenar os alimentos, o que demonstra ainda mais a falta de cuidado com a alimentação oferecida.

A equipe também examinou outros camarotes. A fiscalização ocorreu nos camarotes Alegria, Experience, Lounge Carioca e Favela. No Alegria, alguns dos alimentos oferecidos estavam armazenados com refrigeração inadequada, mas a situação foi solucionada.

Os camarotes Experience e Lounge Carioca eram atendidos pela mesma cozinha, e inadequações encontradas foram ajustadas pelos responsáveis. Já o camarote Favela foi multado pela fiscalização por irregularidades no preparo e armazenamento dos alimentos.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais