Jornal da Band

Adriana: Condenação de Daniel Alves serve de exemplo ao Brasil no caso Robinho

De acordo com a jornalista, a pena deve ser aplicada a todos os criminosos, sendo famosos ou anônimos

Por

Daniel Alves depõe em terceiro dia de julgamento na Espanha
Daniel Alves depõe em terceiro dia de julgamento na Espanha
Alberto Estevez/Pool via REUTERS

A condenação de Daniel Alves a quatro anos e seis meses de prisão na Espanha, por estupro, deve servir de exemplo à Justiça brasileira no caso Robinho, segundo Adriana Araújo, apresentadora do Jornal da Band. De acordo com a jornalista, a pena deve ser aplicada a todos os criminosos, sendo famosos ou anônimos.

"Nenhuma condenação apaga o trauma de uma mulher violentada, mas a decisão da Justiça espanhola no caso Daniel Alves é emblemática. Rico, poderoso, famoso e agora estuprador e atrás das grades", disse Adriana se referindo ao estupro de uma jovem ocorrido em uma boate em Barcelona.  

Para a apresentadora, resta agora a Justiça brasileira cumprir a condenação de Robinho, também ex-jogador da Seleção Brasileira, condenado pelo mesmo crime na Itália, em 2003, mas que segue em liberdade até hoje. 

"Que sirva de exemplo à Justiça brasileira no caso de Robinho, vergonhosamente impune até agora. Que seja um grito ao mundo: tudo que vem depois do não de uma mulher é estupro e os criminosos, famosos ou anônimos, merecem o mesmo destino: cadeia!", completou.

Tópicos relacionados