Jornal da Band

Fraudes em planos de saúde podem gerar punição ao beneficiário

Segundo a Associação Brasileira de Planos de Saúde, entre 2019 e 2022 o volume gasto com reembolsos quase dobrou

Por Roberta Scherer

Você já ouviu falar em reembolso assistido? Tem muita clínica usando a senha de pacientes para acessar o sistema de planos de saúde e lucrar com reembolsos. O que parece uma ajuda com a burocracia, pode ser na verdade uma fraude.

E tem até contrato para isso. Em um exemplo que o Jornal Da Band teve acesso, um cliente fornece os dados login e senha para um laboratório, assumindo a responsabilidade.

Segundo a Associação Brasileira de Planos de Saúde, entre 2019 e 2022 o volume gasto com reembolsos quase dobrou. Saltou de 6 bilhões para mais 11 bilhões de reais em três anos. Desconfie de tratamentos estéticos oferecidos com cobertura dos convênios. Também tem profissional fraudando esse tipo de reembolso.

Caso a fraude seja detectada, a clínica pode ser processada e o beneficiário pode sofrer consequências, principalmente se for funcionário com plano empresarial. Entre as punições estão: ser excluído do plano de saúde, ser demitido por justa causa da empresa caso seja plano empresarial. 

As operadoras têm investido em reconhecimento facial e inteligência artificial para evitar as fraudes, que acabam tornando os planos mais caros para todos.

CTA Desktop

Mais notícias

Carregar mais