Notícias

Morcego com raiva é encontrado em SP; prefeitura faz campanha de alerta

Raiva é uma doença que passa dos animais ao homem e vice-versa. Envolve o sistema nervoso central, levando ao óbito após curta evolução

Da Redação

Morcego com raiva é encontrado em SP; prefeitura faz campanha de alerta
Imagem ilustrativa de um morcego identificado com raiva em Jundiaí, em SP
Divulgação/Prefeitura de Jundiaí

Um morcego com o vírus da raiva foi encontrado na região da Lapa, na Zona Oeste da cidade de São Paulo, segundo informações divulgadas pela Secretaria de Saúde da capital (SMS). 

Em nota, a autoridade de saúde informou que iniciou uma série de ações por meio da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa) após a confirmação da amostra positiva para raiva no animal na Lapa.

A raiva é uma zoonose (doença que passa dos animais ao homem e vice-versa) transmitida por um vírus mortal tanto para o homem como para o animal. Envolve o sistema nervoso central, levando ao óbito após curta evolução.

A vigilância em saúde tem distribuído folhetos informativos e instruído os tutores de animais domésticos sobre medidas preventivas contra a raiva. A pasta enfatiza ainda a importância da manutenção da vacinação antirrábica anual atualizada.

Até o momento, não foram identificados casos secundários relacionados a esse morcego ou animais domésticos.

Segundo orientação da secretaria, caso uma pessoa encontre um cidadão caído na rua, ela deve comunicar a Vigilância em Zoonoses.

Diante do comunicado, a autoridade deve realizar a vistoria no local, coletar o animal e o encaminhar para análise laboratorial a fim de que seja realizado o diagnóstico de raiva.

A pasta ainda recomenda que, no caso de acidentes com morcegos, vivos ou mortos, deve-se procurar imediatamente atendimento médico de referência, para avaliação e indicação de tratamento.

Transmissão

A transmissão da raiva ocorre quando os vírus da raiva existentes na saliva do animal infectado penetra no organismo através da pele ou de mucosas, por meio de mordedura, arranhadura ou lambedura. A raiva apresenta três ciclos de transmissão:

- urbano: representado principalmente por cães e gatos;
- rural: representado por animais de produção, como: bovinos, eqüinos, suínos, caprinos;
- silvestre: representado por raposas, guaxinins, primatas e, principalmente, morcegos.

Sintomas

Em todos os animais costumam ocorrer os seguintes sintomas:

– dificuldade para engolir;
– salivação abundante;
– mudança de comportamento;
– mudança de hábitos alimentares;
– paralisia das patas traseiras.

Nos cães, o latido torna-se diferente do normal, parecendo um “uivo rouco”, e os morcegos, com a mudança de hábito, podem ser encontrados durante o dia, em hora e locais não habituais.

Prevenção

- Levar os animais domésticos para serem vacinados contra a raiva, anualmente;
- Não deixar o animal solto na rua e usar coleira/guia no cão ao sair;
- Evitar tocar em animais estranhos, feridos e doentes;
- Não perturbar animais quando estiverem comendo, bebendo ou dormindo;
- Não tentar separar animais que estejam brigando;
- Informar a existência de morcegos encontrados em horários e locais não habituais (voando baixo, durante o dia, caídos). Nestes casos, nunca colocar a mão diretamente no morcego. Tente imobilizá-lo colocando sobre ele um balde, um pano ou uma caixa e acione a Divisão de Vigilância de Zoonoses pelo telefone 156. Abrir um SAC de remoção de morcego. Este serviço funciona 24hs.

Acidentes:

Em casos de acidentes por mordedura ou arranhadura de cães e gatos, deve-se procurar imediatamente o atendimento médico para avaliação e conduta. Consulte aqui as unidades de referência.

Vigilância:

Em São Paulo, ações de vigilância e controle vêm sendo desenvolvidas ao longo dos anos, com destaque à vacinação de cães e gatos, profilaxia antirrábica humana, diagnóstico laboratorial, vigilância epidemiológica e educação em saúde.

Em 1983 foi registrado o último caso de raiva em cães causado pela variante canina e em 2011 um caso de raiva em gato pela variante de morcego.

Vacinação contra a raiva 

O município de São Paulo oferece vacinação gratuita contra raiva para cães e gatos em Postos Permanentes e volantes distribuídos pela cidade. Veja aqui o endereço dos postos de vacinação.

Tópicos relacionados

  • Notícias
  • Saúde
  • São Paulo

Mais notícias

Carregar mais