Notícias

PF realiza operação em região que Bruno e Dom foram mortos e prende 7

Ação prendeu sete pessoas por atividade de pesca ilegal. Entre os detidos, três são suspeitos de participarem do crime contra Bruno e Dom

Da redação, com BandNews TV 06/08/2022 • 14:08 - Atualizado em 07/08/2022 • 10:35

A Polícia Federal realizou uma operação na região do Vale do Javari, no Amazonas, local em que o indigenista Bruno Pereira e o jornalista britânico Dom Phillips desapareceram em junho deste ano e depois foram encontrados mortos.

Ação prendeu sete pessoas por atividade de pesca ilegal. Entre os detidos, três são suspeitos de participarem do crime contra Bruno e Dom.

Segundo a Polícia Federal, a equipe de investigação conseguiu identificar a real identidade do indivíduo de alcunha "Colômbia". Trata-se de Ruben Dario da Silva Villar, um cidadão colombiano que utilizava documentos ideologicamente falsos, como carteira de identidade brasileira e documento de identidade peruano, dentre outros.

A investigação também identificou fortes indícios de que "Colômbia" seria líder e financiador de uma associação criminosa armada dedicada à prática da pesca ilegal na região do Vale do Javari, responsável por comercializar grande quantidade de pescado que era exportado para países vizinhos.

Entre os presos estão três familiares de Amarildo envolvidos com a ocultação dos corpos de Bruno e Dom Phillips. Todos estão sendo investigados por associarem-se a "Colômbia" visando a realização de pesca ilegal na região. As investigações prosseguem para o cabal esclarecimento do caso.