Notícias

Sistema de saúde de SP pode entrar em colapso em poucos dias se restrições não forem ampliadas

Da Redação com Rádio Bandeirantes 14/01/2021 • 14:15 - Atualizado em 14/01/2021 • 14:18
Se não houver aumento nas restrições, sistema de saúde de SP pode entrar em colapso em poucos dias
Se não houver aumento nas restrições, sistema de saúde de SP pode entrar em colapso em poucos dias
Governo do Estado de São Paulo

O Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo recomenda que o governo adote medidas mais restritivas em todo o estado amanhã, incluindo a capital paulista e a região Metropolitana. As informações são de Guilherme Oliveira, da Rádio Bandeirantes.

O anúncio da nova reclassificação do plano de flexibilização estava previsto para 5 de fevereiro, mas foi antecipado para esta sexta-feira.

O aumento de casos e mortes da doença é a principal justificativa para adotar as restrições.

Segundo membros do Centro de Contingência, o governo de São Paulo não tem mais o controle do avanço do coronavírus.

Foi discutido ainda na reunião que, se não houver restrição em todo o estado, em poucos dias, o sistema público de saúde poderá entrar em colapso.

Hoje, as regiões de Marília, Sorocaba, Presidente Prudente e Registro, estão na fase 2 laranja do plano de flexibilização, o que caracteriza 10% do estado. Os outros 90% estão na fase amarela.

  • Coronavírus
  • São Paulo