Justiça Federal determina que WhatsApp indenize usuário que caiu em golpe no app

Da Redação 18/01/2022 • 17:27
O usuário em questão teve um prejuízo de quase mil reais
O usuário em questão teve um prejuízo de quase mil reais
iStock

Uma rara decisão da Justiça Federal manda o WhatsApp indenizar uma mulher que caiu no golpe do perfil clonado.

A vítima terá de ser ressarcida em 44 mil reais pela Meta, controladora do aplicativo de mensagens.

A empresa se defendeu dizendo que o número do golpista era diferente daquele usado pela usuária lesada.

Mas a juíza considerou que o criminoso teve acesso aos dados da conta do WhatsApp.

A Meta recorre da decisão, que, por ser de primeira instância, ainda não gera a chamada jurisprudência.

Por isso, casos parecidos ainda não podem ter a mesma decisão, se levados à Justiça, afirma o advogado especialista em direito do consumidor Marcos Vicente.

O filho dessa mulher que não quer se identificar caiu no golpe pelo WhatsApp; o bandido se passou por ela e pediu ajuda para pagar um empréstimo.

O prejuízo de quase mil reais gerou um trauma para a família.

O golpista do WhatsApp geralmente usa a foto e se passa por um conhecido que mudou de telefone e diz que está precisando de dinheiro.