Notícias

CBF vai ter que realizar novas eleições para presidência em até 30 dias

A medida ocorre após decisão da Justiça do Rio que determinou a destituição de Ednaldo Rodrigues do cargo de presidente

Por Giovanna Faria

Ednaldo Rodrigues, ex-presidente da CBF
Ednaldo Rodrigues, ex-presidente da CBF
Rafael Ribeiro/CBF
Topo

A Confederação Brasileira de Futebol vai ter que realizar novas eleições para a presidência da entidade em até 30 dias. A medida ocorre após decisão da Justiça do Rio, que também determinou, nesta terça-feira (7), a destituição de Ednaldo Rodrigues do cargo de presidente.

Com isso, o presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, José Perdiz, foi escolhido como interventor e será responsável pelas atividades administrativas da CBF no período.

Na decisão, os desembargadores avaliaram que o Termo de Ajustamento de Conduta firmado entre a entidade e Ministério Público no curso de um processo iniciado em 2017 não era válido, já que as partes não tinham legitimidade para atuar no caso.

A FIFA e a Conmebol emitiram comunicados alertando a CBF quanto a possíveis sanções decorrentes de interferência externa no comando da entidade, conforme o estatuto da Federação Internacional de Futebol.

A decisão do Tribunal de Justiça do Rio cabe recurso. Procurada, a CBF não respondeu à reportagem.

Tópicos relacionados