Notícias

Frente Nacional Antirracista faz ato em alusão aos 134 anos da Lei Áurea

Segundo o coordenador da Frente no Rio de Janeiro, Geraldo Coelho, o Brasil é o pais mais racista do mundo pelo fato de ser a segunda maior população negra

Gabriela Souza 13/05/2022 • 20:27

Faixas, panfletos, debates e reflexões. No dia que marca os 134 anos de assinatura da Lei Áurea, medida que oficialmente aboliu a escravidão no Brasil, a Frente Nacional Antirracista realizou um ato para chamar a atenção da população sobre a importância da data.

Segundo o coordenador da Frente no Rio de Janeiro, Geraldo Coelho, o Brasil é o pais mais racista do mundo pelo fato de ser a segunda maior população negra. Ainda de acordo com o coordenador, a abolição aqui no Brasil ainda é algo inacabado e, por isso, atos como o desta sexta-feira (13) entraram oficialmente para agenda do movimento.

O coordenador da Frente Antirracista do Rio de Janeiro, Geraldo Coelho, também destaca a que o racismo ainda é uma questão estrutural. 

Além das manifestações, 2 mil cestas básicas foram distribuídas, sendo 500 em São Paulo, 500 no Rio de Janeiro e 500 em Recife e 500 em comunidades quilombolas, indígenas e ribeirinhas.

Na avaliação dos organizadores, a Lei Áurea alterou as relações de trabalho, sem criar mecanismos de amparo e inclusão no mercado de trabalho aos ex-escravizados e seus descendentes, fazendo com que haja sequelas disso até hoje na sociedade.