Notícias

Gratificação especial dobra salário de reitor da Uerj

Instituição afirma que "não há justificativa para que a Uerj seja discriminada"

Priscila Xavier 26/01/2022 • 16:18
Apenas sete funcionários da reitoria foram contemplados com o benefício
Apenas sete funcionários da reitoria foram contemplados com o benefício
Google Maps

A Universidade do Estado do Rio nega que a reitoria da instituição tenha recebido aumento salarial em 2022. De acordo com a Uerj, houve a implementação da Gratificação de Encargos Especiais, prevista por lei aos dirigentes de todos os órgãos da administração estadual.

Em nota, a Universidade informou que era a única instituição que ainda não recebia o benefício e que "não há justificativa para que a Uerj seja discriminada". Segundo a nota, a reitoria busca a ampliação da gratificação para os demais gestores universitários.

Apenas sete funcionários da reitoria foram contemplados com o benefício. Com a gratificação, o salário do reitor da universidade, Ricardo Lodi, quase dobrou. A Uerj informou que os valores que serão pagos no mês de fevereiro são referentes ao total da gratificação acumulada retroativa a novembro/2021.