Notícias

Homem é morto durante confronto com a Polícia Militar em Cosmos

Segundo a corporação, ele é apontoado como braço direito do miliciano que ocupa o posto de "número dois" da organização criminosa de Zinho

Por Guilherme Faria (sob supervisão)

Polícia Militar do Rio de Janeiro.
Polícia Militar do Rio de Janeiro.
Tânia Rego / Agência Brasil
Topo

Um homem apontoado como braço direito do miliciano que ocupa o posto de "número dois" da organização criminosa de Zinho é morto durante confronto com a Polícia Militar em Cosmos, na Zona Oeste do Rio. O caso aconteceu nesta quinta-feira (30), enquanto PMs faziam buscas pelos autores do homicídio da cabo Vaneza Lobão.  

Segundo a corporação, houve tiroteio após os agentes terem sido atacados. Durante a troca de tiros, os suspeitos bateram com o veículo. Conhecido como Rato, o homem morto é apontado pela PM como aliado de Rui Paulo Gonçalves, o Pipito.

Ainda segundo a corporação, um comparsa de Rato foi preso na ação. O caso foi registrado na Delegacia de Santa Cruz.

Tópicos relacionados