Notícias

Justiça marca continuação da audiência de mulher acusada de dopar e roubar idosa

A primeira sessão aconteceu nesta terça-feira (2), mas testemunhas não compareceram e ainda vão se manifestar

Por Giovanna Faria

A Justiça do Rio marca para o dia 2 de maio a continuação da audiência de instrução e julgamento da empregada doméstica que é acusada de dopar e roubar uma idosa em Copacabana, na Zona Sul da capital fluminense.  

A primeira sessão aconteceu nesta terça-feira (2), mas testemunhas não compareceram e ainda vão se manifestar.  

Marlene de Oliveira, de 42 anos, foi presa em flagrante em fevereiro desse ano, quando ainda estava com a cartela de três remédios que foram usados para dopar a idosa. De acordo com o depoimento da família da vítima, três mil e quatrocentos dólares, além de cinco mil reais, foram furtados.

Marlene admitiu que entregou o dinheiro para o ex-marido. 

Tópicos relacionados