Notícias

MP tem acesso a gravações telefônicas do contraventor Marcelo Cupim

As escutas telefônicas obtidas mostram como funcionavam os esquemas ilegais da quadrilha do contraventor Bernardo Bello

Por Fernanda Caldas

Fachada do Ministério Público do Rio
Fachada do Ministério Público do Rio
Reprodução/Tv Band
Topo

Escutas telefônicas obtidas pela BandNews FM mostram como funcionavam os esquemas ilegais da quadrilha do contraventor Bernardo Bello. O Ministério Público do Rio teve acesso aos telefonemas após a prisão do bicheiro Marcelo Simões Mesqueu, conhecido como Marcelo Cupim, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, na quinta-feira (30).  

Segundo a Polícia Federal, ele é considerado o chefe da contravenção na Zona Norte da capital e operava as ações para o Bernardo Bello, que também está preso.  

Em uma das ligações, Cupim afirma que a área à esquerda da linha da estação de trem, em Cascadura, pertence a ele e ainda ressalta que possui diversos negócios na região.  

Em outra ligação, Carlos Roberto Nassar Junior, conhecido como Nassar, um dos chefes da quadrilha, explica que o lucro de um dos estabelecimentos deveria ser usado como propina para pagar a delegacia e a segurança da região.  

Cupim estava foragido desde novembro do ano passado e foi denunciado pelos crimes de organização criminosa, corrupção e lavagem de dinheiro obtidos com a exploração de jogos de azar.

Tópicos relacionados