BandNews FM Rio de Janeiro

Mulher morre após ser vítima de bala perdida, em Duque de Caxias

Parentes acusam policiais militares de terem feito o disparo que atingiu Quetilene de Souza

Por Vinícius Calixto (sob supervisão)

Mulher morre após ser vítima de bala perdida, em Duque de Caxias
Divulgação/Redes sociais

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense investiga a morte de uma gerente comercial que foi atingida por uma bala perdida em Duque de Caxias. Parentes acusam policiais militares de terem feito o disparo que atingiu Quetilene de Souza.

O caso aconteceu na noite desta quinta-feira (20). O viúvo da vítima, Gilian Martins, criticou as ações da Polícia Militar e afirmou que não havia confronto no momento em que a esposa foi atingida.

Segundo a Polícia Militar, policiais realizavam patrulha na Avenida Governador Leonel de Moura Brizola quando foram atacados por criminosos da favela do Dique, no bairro do Gramacho. Ainda de acordo com a corporação, após os disparos, os agentes foram informados que uma mulher havia sido atingida.

Os policiais socorreram Quetilene ao Hospital Municipal Moacyr do Carmo, na mesma região, mas a vítima não resistiu. Segundo a Polícia Civil, as armas dos policiais envolvidos na ação foram apreendidas para a perícia e diligências estão sendo feitas para identificar a origem do disparo que atingiu Quetilene.

Em protesto a morte da gerente comercial, moradores da comunidade do Dique foram as ruas e incendiaram um ônibus. Em nota, a Semove, federação das empresas de mobilidade da Região Metropolitana, repudiou mais um ataque criminoso ao transporte público.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais