Notícias

Polícia Civil aponta ligação de quadrilha de latrocínio com assassinato de ator

Segundo as investigações, Edson Caldas Barboza teria marcado um encontro com uma mulher por um site de relacionamentos, mas no local foi surpreendido pelos bandidos

Por Giovanna Faria

Ator Edson Caldas
Ator Edson Caldas
Reprodução

Os criminosos que assassinaram um ator, em Seropédica, na Baixada Fluminense, fazem parte de uma quadrilha especializada em latrocínio, o roubo seguido de morte e já cometerem pelo menos outros três crimes idênticos na reigão, segundo a Polícia Civil.  

Edson Caldas Barboza estava desaparecido desde o início do mês. De acordo com as investigações, ele teria marcado um encontro com uma mulher por um site de relacionamentos, mas no local foi surpreendido pelos bandidos. A vítima ainda foi obrigada a fazer transferências bancárias antes de ser amarrada e morta.  

O titular da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, Mauro César, aponta que já foram confirmados outros três latrocínios com o modo de atuação igual.  

Jairo Inácio Correia e Renan Calixto de Lima foram presos pela corporação e um deles admitiu o crime, indicando onde estaria o corpo do ator.  

As investigações vão continuar para identificar as mulheres que participam da ação criminosas e são responsáveis por atrair as vítimas.  

Um terceiro integrante da quadrilha já foi reconhecido, mas segue foragido. 

Tópicos relacionados