Notícias

Polícia pede cancelamento de bolsas de alunos que fraudaram benefício

Ao menos cinco alunos da Faculdade de Medicina de Campos foram indiciados por um esquema de falsificação de documentos

Giovana Kebian* 26/05/2022 • 17:42

A Polícia Federal vai pedir o cancelamento das bolsas de pelo menos cinco alunos indiciados em um esquema de falsificação de documentos para obtenção do benefício na Faculdade de Medicina de Campos, no Norte do Estado. A corporação vai pedir o arresto de veículos e imóveis apreendidos na ação desta quinta-feira, para que os valores sejam ressarcidos à universidade.

A Polícia Federal cumpriu 16 mandados de busca e apreensão em Campos, Itaperuna, São Francisco do Itabapoana, no Rio, e em Cachoeiro do Itapemirim, Mimoso do Sul e Linhares, no Espírito Santo. Os agentes apreenderam documentos e mídias, que vão ser submetidos a análises e perícias.

Segundo o delegado da Polícia Federal Wesley Amato, os estudantes se passavam por pessoas de baixa renda, através de inscrições no programa CadÚnico do Governo Federal.

A partir da quebra de sigilo bancário, os investigadores descobriram uma movimentação de valores exorbitantes, incompatíveis com pessoas que se declararam desprovidas de recursos financeiros.

Os investigados devem responder pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e associação criminosa.

*Estagiária sob supervisão de Isabele Rangel