Notícias

Produção agrícola brasileira deve se aproximar de 306 mi de toneladas em 2024

Estimativa representa declínio de 0,7% em relação ao primeiro prognóstico, realizado em outubro

Por João Videira (sob supervisão)

O Rio Grande do Sul é o único com previsão de aumento de safra para o ano que vem
O Rio Grande do Sul é o único com previsão de aumento de safra para o ano que vem
Reprodução/Pixabay
Topo

A produção agrícola brasileira deve ficar próxima de 306 milhões de toneladas em 2024. A estimativa representa declínio de 0,7% em relação ao primeiro prognóstico, realizado em outubro.  

Segundo pesquisa do IBGE, divulgada nesta quarta-feira (7), a queda na produção pode ser atribuída à redução da produção do milho na 2ª safra, do sorgo e do algodão herbáceo em caroço.

O gerente responsável pela pesquisa, Carlos Barradas, afirma que os produtos são mais cultivados na segunda safra, plantadas após a colheita da primeira. Ele diz que o plantio da primeira safra atrasou devido à falta de chuva em alguns estados.

Entre os estados, o Rio Grande do Sul é o único com previsão de aumento de safra para o ano que vem.

A pesquisa do IBGE ainda trouxe a estimativa para a safra de 2023 de cereais, leguminosas e oleaginosas, que alcançou 316,3 milhões de toneladas, 20,2% maior do que a obtida em 2022. Destaque para o arroz, o milho e a soja.

O Instituto também divulgou nesta quinta-feira (7), números do abate de bovinos, que cresceu 12,2% no terceiro trimestre deste ano, em relação ao mesmo período de 2022. Esse é o maior número desde o início da série histórica da Estatística da Produção Pecuária, em 1997.

Tópicos relacionados