Notícias

Rendimento domiciliar per capita no Brasil fica em R$1.893 em 2023

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, divulgada pelo IBGE nesta quarta-feira

Por Bruna Navarro

IBGE
IBGE
Tânia Rêgo/Agência Brasil

O rendimento domiciliar per capita no Brasil ficou em R$1.893 em 2023, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, divulgada pelo IBGE nesta quarta-feira.  

O menor valor ficou com o Maranhão: R$ 945. Já o maior rendimento per capita ficou com o Distrito Federal: R$ 3.357. Maranhão foi o único Estado que teve o resultado abaixo dos mil reais.  

Em Alagoas o rendimento domiciliar ficou em 1.110. No Ceará ficou em 1.166 reais. Em São Paulo, 2.492 reais. No Rio de Janeiro, o resultado foi de 2.367 reais.

Para o economista da FGV, Rodolpho Tobler, o mercado de trabalho pode ser uma explicação para a diferença no rendimento domiciliar de acordo com cada Estado.

A autônoma Patrícia de Jesus Gonçalves fala sobre o lado das pessoas que possuem um rendimento domiciliar variável e que lutam todo mês para conseguir arcar com as despesas da família.

O rendimento domiciliar calculado pela PNAD leva em conta a razão entre o total dos rendimentos domiciliares e o total dos moradores. Nesse cálculo, são considerados os rendimentos de trabalho e de outras fontes.  

Todos os moradores são considerados no cálculo, inclusive os pensionistas, empregados domésticos e parentes dos empregados domésticos.

A pesquisa domiciliar acompanha as variações trimestrais e a evolução da força de trabalho, entre outras informações necessárias sobre o desenvolvimento socioeconômico do país.

Tópicos relacionados