Notícias

STJ nega pedido de transferência para cumprimento de pena no Rio de Rogério 157

Rogério, que chefiava o tráfico na Rocinha, na Zona Sul do Rio, cumpre pena atualmente na Penitenciária Federal de Porto Velho

Por Fernanda Caldas

Rogério 157
Rogério 157
Reprodução

O Superior Tribunal de Justiça negou um pedido da defesa de Rogério Avelino da Silva, o traficante Rogério 157, para que ele saísse de um presídio federal em Rondônia e voltasse a cumprir pena no Rio de Janeiro. Na decisão, o ministro Ribeiro Dantas alegou que o recurso será analisado novamente pelo STJ no momento processual adequado.  

Rogério, que chefiava o tráfico na Rocinha, na Zona Sul do Rio, cumpre pena atualmente na Penitenciária Federal de Porto Velho.

Em janeiro do ano passado, o Tribunal de Justiça do Rio chegou a cassar um pedido de prorrogação da permanência de Rogério 157 no sistema federal. Porém, o Ministério Público do Rio entrou com um recurso que foi aceito pela vice-presidência do tribunal fluminense, ressaltando que o preso era um dos principais chefes do Comando Vermelho no Brasil e que a volta dele para o sistema estadual traria riscos à segurança pública. 

Rogério 157 foi transferido para o sistema federal em 2018 a pedido da Secretaria de Segurança Pública do Rio, porque investigações apontaram que ele continuava exercendo influência na facção Comando Vermelho.  

Tópicos relacionados