Notícias

Três pessoas são presas acusadas de envolvimento na morte de Leonardo Alves

O auxiliar de imigração foi roubado, agredido e tentou entrar no ônibus que os bandidos usaram para fugir, mas foi empurrada

Por João Boueri

Três pessoas são presas acusadas de envolvimento na morte de Leonardo Alves
Três pessoas são presas acusadas de envolvimento na morte de Leonardo Alves
Reprodução/Redes Sociais

Três pessoas foram presas nesta quinta-feira (8) acusadas de envolvimento na morte do auxiliar de imigração Leonardo Alves Quintanilha. A vítima foi roubada, agredida e tentou entrar no ônibus que os bandidos usaram para fugir, mas foi empurrada. O episódio aconteceu na madrugada do dia 29 de novembro. O profissional teve morte cerebral confirmada no mês seguinte.

Jorge Samoel Lúcio Soares; Fabrícia de Souza Sampaio e Weberthy Ruan Moreira de Oliveira foram alvos de mandados de prisão preventiva. A decisão também envolve Marcos Vinicius Pereira Paiano, que já está preso em decorrência da agressão contra o empresário Marcelo Rubim Benchimol, que ocorreu em Copacabana, na Zona Sul do Rio. O caso aconteceu no início de dezembro, dias após Marcos e comparsas agredirem Leonardo Quintanilha.

Vitor Gabriel Rosário Soares, Erick Marlon Pereira Mendes e Erick Freitas de Araújo estão foragidos. Todos vão responder pela prática de latrocínio consumado, associação criminosa e corrupção de menores.  

O crime aconteceu na Avenida Beira Mar. Os criminosos praticam roubos em série na linha 472,  que faz o trajeto Triagem x Leme.

Tópicos relacionados