Masterchef

Aprenda a fazer vieira com lula; confira a receita da Isabella, no MasterChef

A cozinheira amadora venceu a primeira prova do 23° episódio e garantiu vaga na grande final da competição

Amanda CarolineStefani Sousa 07/12/2021 • 23:31
Prato de Isabella se destaca pelo sabor potente
Prato de Isabella se destaca pelo sabor potente
Carlos Reinis/Band

Isabella venceu a prova da Caixa Misteriosa no MasterChef Brasil desta terça-feira (7) e se classificou para a grande final da competição. A cozinheira amadora apostou nos frutos do mar e agradou os jurados com seu prato de vieira com lula. Clique aqui para aprender a receita de vieiras com lulas. 

Os participantes receberam o desafio de unir gastronomia e arte: a temida Caixa Misteriosa continha ingredientes brancos, e eles tiveram que criar um prato visualmente criativo – além de saboroso – com corantes naturais. A competidora se destacou na prova pelo sabor, mas deixou a desejar no quesito cor.

“Achei muito saboroso. Gostei do molho, do purê e do ponto da vieira. Comida boa, mas a tela não foi bem pintada”, opinou o chef de cozinha Henrique Fogaça. “Você fez uma pintura abstrata. Quando a gente vê, não entende o que tem no seu prato. Ficou com medo de pintar? Mas você trabalhou bem”, pontuou a chef Helena Rizzo.

A avaliação de Érick Jacquin chama atenção para a força do sabor. “Seu purê é muito bom. Tem um apimentado que eu gosto. O crocante da farofa é gostoso e delicado. Seu prato é interessante, suave e bem futurista. Ao mesmo tempo, tem força. Quando a gente olha, imagina algo mais suave, mas não é. Poderia ter ousado mais nas cores”, dispara o jurado francês.

Pressão para a final

Os competidores cozinharam sem saber que o vencedor da primeira prova da noite garantiria uma vaga na final do programa. Em entrevista ao Portal da Band, Isabella comemora o resultado e fala sobre a pressão para a final.

Isabella é elogiada pelos jurados no 23° episódio (Foto: Carlos Reinis/Band)


“Foi maravilhoso [ganhar a prova]”, declara. “Eu estava nervosa, e acho que se eu soubesse que estava valendo uma vaga na final, a prova teria sido mais tensa. A essa altura do campeonato, não faço as provas me sentindo totalmente tranquila, mas consegui fazer ‘de boa’, sem me preocupar tanto”, finaliza. Boa sorte, Isabella!