Masterchef

Fogaça elogia hambúrguer de Felipe Titto e Negra Li: "Comer com os olhos"

Jurados destacaram não só o sabor, mas a apresentação do prato vencedor da primeira parte do 'Especial de Natal do MasterChef'; saiba fazer a receita:

Da redação, com MasterChef 21/12/2021 • 23:37 - Atualizado em 22/12/2021 • 00:37
Fogaça elogia hambúrguer de Felipe Titto e Negra Li: "Comer com os olhos"
Fogaça elogia hambúrguer de Felipe Titto e Negra Li: "Comer com os olhos"
Carlos Reinis/Band

O Natal chegou mais cedo no MasterChef Brasil. Na noite desta terça, dia 21, foi ao ar na Band o ‘Especial de Natal do MasterChef’, que reuniu personalidades da TV e da web. Divididos em duplas, os participantes foram desafiados a preparar um hambúrguer natalino. A cantora Negra Li e o ator Felipe Titto levaram a melhor, em disputa com Adriana Birolli e Toni Garrido, com o hambúrguer de acém e contrafilé, batatas assadas e maionese especial. 


Os jurados elogiaram o sabor e a apresentação do prato: “Achei o hambúrguer muito bem-feito, saboroso, no ponto certo de sal”, disse Helena. “Está bem montado, muito agradável. Carne no ponto certo, não tenho o que falar mal”, completou Jacquin. “A gente come com os olhos, apresentação bem natalina, enche os olhos. Feliz e alegre. Gostei muito do ponto da carne, está bem temperada”, pontuou Fogaça


Em entrevista exclusiva ao Band.com.br, Negra Li e Felipe Titto disseram estar bem nervosos com a participação no Especial: “Foi bem tenso. Quando sei que vou participar de uma competição, já fico com um ‘cagaço’”, disse Negra Li. “Eu até me preparei, mas fiquei toda afobada lá”, completou a cantora. 


Felipe Titto pensou, inclusive, que havia sido convidado pela direção do programa para ser jurado mais uma vez (o ator apresentou a prova no 3º episódio da temporada 2021). “O pessoal do meu escritório falou: ‘MasterChef Especial, te chamaram para ir de novo’ e eu falei, claro, vamos de novo, mas achei que não seria para cozinhar”, revelou. “Mas, me dei bem, porque hambúrguer e pizza são receitas que faço sempre. Juntou a fome com a vontade de comer”, completou. 


A dupla vencedora, além do troféu especial, teve a oportunidade de fazer uma doação à ONG Nab Brasilândia, de São Paulo, que desde 2005 se dedica “a atividades relacionadas ao tratamento de reabilitação e inclusão social de crianças com deficiência física e mental”.