Notícias

Dono do JC Bar se arrepende de ter maltratado Jacquin no Pesadelo: “Fui infeliz”

JC, dono do JC Bar, reage aos comentários mais polêmicos da web e esclarece brigas com a garçonete Jennifer durante as gravações do programa

Da redação, com Pesadelo na Cozinha 01/06/2022 • 16:33 - Atualizado em 01/06/2022 • 17:08

No ‘A Conta Chegou’ desta semana, JC, dono do JC Bar (antigo Esporte Bar), encara os comentários da web e relembra os momentos acalorados com o chef Érick Jacquin. Pela primeira vez, o participante explica, também, declaração polêmica sobre ‘sentir arrependimento em contratar mulheres com filhos pequenos’ - fala direcionada à Jennifer, garçonete do estabelecimento em 2019: “Fui muito infeliz na minha palavra”. Assista acima! 

O temperamento forte de JC proporcionou momentos agitados na segunda temporada do Pesadelo na Cozinha. Sob pressão de Érick Jacquin, o participante lembra que perdeu a cabeça por diversas vezes: “Realmente fui muito irresponsável (...), eu estava em uma situação ruim. Ele [Jacquin] veio para me ajudar e eu acabei maltratando ele”. 

JC reconhece que faltou maturidade para lidar com as críticas do chef, mas afirma que seu maior arrependimento está relacionado à forma que tratou sua equipe durante as gravações do programa, principalmente a garçonete Jennifer, que foi uma grande aliada do estabelecimento em momentos difíceis:

 “Eu fui muito errado. Ela tinha 100% de razão (...), quando eu disse que não queria contratar funcionário com filho novo era porque eu teria que abrir mão de sair um pouco mais cedo. Totalmente errado, fui infeliz na minha palavra, peço desculpas”. 

JC justifica seu pensamento da época e lembra que Jennifer foi muito importante em todo processo de evolução do estabelecimento: “Eu sou muito grato à Jennifer, ela me ajudou muito. Ninguém interpretou errado, eu realmente tinha esse tipo de pensamento. Hoje sou um outro JC, é outra história”. 

O participante afirma que todos os conflitos foram importantes para o seu crescimento pessoal e profissional: “Quando estamos errados temos que abaixar a cabeça e seguir a vida. Foi uma palhaçada o que fiz com o Érick Jacquin e me arrependo”. 

A série ‘A Conta Chegou’ é uma iniciativa da VIBRA, hub de soluções tecnológicas pautadas em dados de consumo de conteúdo, do Grupo Bandeirantes.