Fórmula 1

Alpine escala Oscar Piastri para testes de pós-temporada da F1 em Abu Dhabi

Australiano, líder da Fórmula 2, será piloto reserva da escuderia francesa na temporada 2022 da Fórmula 1

Da redação 07/12/2021 • 11:38 - Atualizado em 07/12/2021 • 16:12
Australiano, líder da Fórmula 2, será piloto reserva da escuderia francesa na temporada 20
Australiano, líder da Fórmula 2, será piloto reserva da escuderia francesa na temporada 20
FIA Fórmula 2/Divulgação

A Alpine anunciou nesta terça-feira (7) que irá escalar o australiano Oscar Piastri para os testes de fim de temporada da Fórmula 1, na próxima semana, em Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos).

Piloto reserva da escuderia francesa a partir de 2022, Piastri é o atual líder da classificação da Fórmula 2. O piloto da Prema somou 213,5 pontos ao longo das sete primeiras etapas da temporada.

Segundo a Alpine, a presença de Piastri nos testes em Abu Dhabi “iniciarão sua transição para o próximo nível do automobilismo mundial”. Ao longo da programação, ele pilotará o modelo A521, o mesmo utilizado por Fernando Alonso e Esteban Ocon ao longo da temporada 2021 da Fórmula 1.

Os titulares do time, por sua vez, participarão de dois dias de testes com os novos pneus aro 18 da Pirelli. Ocon pilotará no primeiro dia, enquanto Alonso pilotará no segundo.

“Oscar vem tendo uma temporada fantástica na Fórmula 2 neste ano, mostrando novamente sua classe, e seu presença no teste de jovens pilotos é merecida. Este teste fará parte do programa em andamento de desenvolvimento de Oscar, que se prepara para a função de piloto reserva do time para 2022, para auxiliar Fernando e Esteban e no desenvolvimento de nossa equipe dentro e fora das pistas”, disse Laurent Rossi, diretor-executivo da Alpine.

“Em paralelo a isso, enquanto Oscar acelera com nosso atual carro, estaremos já de olho em 2022, com nossos atuais pilotos, enquanto eles testam os novos pneus aro 18 para o próximo ano. É uma boa oportunidade para aprendermos na preparação para os desafios de ano que vem em todas as frentes”, acrescentou.

O australiano, por sua vez, se disse “muito animado” por fazer parte dos testes – que ele comparou como a estreia de fato como piloto reserva da Alpine.

“É quase como meu primeiro dia oficial em meu novo trabalho para o ano que vem, quando me torno piloto reserva do time”, disse Piastri. “Todo dia na Fórmula 1 é muito especial, mas pilotar o carro atual com outros pilotos na pista em um ambiente de alguma forma competitivo é muito legal”, completou.