Fórmula 1

F1: Max Verstappen ignora punição a Hamilton: “Estou focado em mim”

Em entrevista ao Jogo Aberto, piloto holandês demonstra foco e diz que nem mesmo o tempo instável o preocupa

Da Redação, com Jogo Aberto 12/11/2021 • 12:54 - Atualizado em 12/11/2021 • 19:06
O líder do campeonato de pilotos, Max Verstappen, da Red Bull, em Interlagos
O líder do campeonato de pilotos, Max Verstappen, da Red Bull, em Interlagos
Paulo Lopes/BW Press/Folhapress

Nesta sexta-feira (12) começa o Grande Prêmio de São Paulo de Fórmula 1. Os olhos dos fãs estão voltados para a briga pelo campeonato de pilotos entre Max Verstappen, da Red Bull, e Lewis Hamilton, da Mercedes. A etapa no Brasil pode ser decisiva para a disputa, já que uma vitória aproxima o piloto holandês do título – ele pode abrir uma diferença de até 27 pontos, margem maior que a pontuação máxima que pode ser obtida em uma corrida (25).

E parece que Verstappen está com “sorte de campeão”. A Mercedes anunciou nesta quinta (11) que precisará trocar o motor do carro de Hamilton por conta de um vazamento de ar do sistema pneumático. Com isso, o inglês perderá cinco posições no grid de largada da corrida.

Mas em entrevista para o Jogo Aberto, Max não mostrou entusiasmo com a punição ao rival: “Estou focado em mim. Nós precisamos executar a ideia do time da melhor forma possível em termos de entregar o resultado. É o que tentaremos fazer”.

Nem mesmo a diferença de pontuação no campeonato de pilotos (19 pontos – 312,5 a 293,5) tem mudado o discurso do “Super Max”.  

“Algumas coisas podem acontecer em uma corrida no fim de semana. Então, nós vamos manter o foco e tentar fazer o melhor que podemos. Tentar marcar muitos pontos de novo”, disse o holandês.

O retrospecto em Interlagos é favorável para Max Verstappen. Ele nunca deixou de pontuar no Brasil. Em 2015, ainda quando estava na Toro Rosso, conseguiu a nona colocação. Já pela Red Bull, foram três pódios: terceiro lugar em 2016, segundo lugar em 2018 e primeiro lugar em 2019. O pior resultado pela escuderia austríaca foi em 2017, quando ficou em quinto.

“Para mim sempre é muito legal estar aqui. Eu amo vir aqui em Interlagos. É um grande circuito, em primeiro lugar, e os torcedores são apaixonados pela Fórmula 1. Também tem muita história, é claro. Os pilotos brasileiros... Eu sempre gostei de estar aqui”, declarou Max.

O piloto da Red Bull ainda guarda as boas recordações do circuito: “Para mim vencer a corrida é a melhor memória, sabe? Em 2019. Mas também a minha corrida na chuva em 2016. Foi muito difícil, muita chuva. Sair lá de trás para o pódio foi muito legal”. E se precisar correr novamente na chuva para vencer, não será um problema para Max Verstappen. “Não importa se estará molhado ou seco”, afirmou.

A corrida do Grande Prêmio de São Paulo acontecerá no domingo (14), às 14h. O Grupo Bandeirantes de Comunicação trará a cobertura completa a partir das 13h30, direto do Autódromo de Interlagos.