Fórmula 1

Pirelli oferece pneus mais macios da Fórmula 1 para o GP da Áustria

Compostos escolhidos serão os C3, C4 e C5 em Red Bull Ring

Da redação 05/07/2022 • 08:52
Compostos escolhidos serão os C3, C4 e C5 em Red Bull Ring
Compostos escolhidos serão os C3, C4 e C5 em Red Bull Ring
Divulgação

A Pirelli anunciou nesta segunda-feira (4) que fornecerá os compostos C3, C4 e C5 de sua gama de pneus da Fórmula 1 para o Grande Prêmio da Áustria deste final de semana, em Spielberg.

As escolhas são os mais macios da linha da categoria. Desta forma, o C3 será identificado como branco (duro), o C4 será o amarelo (médio) e o C5 será o vermelho (macio).

Como a etapa do fim de semana terá a corrida sprint no sábado, as equipes terão apenas 12 jogos de pneus à disposição, um a menos do que nos finais de semana de formato tradicional. Serão dois conjuntos de pneus duros, quatro de pneus médios e seis de pneus macios, além de três dos pneus verdes (intermediários de chuva) e três dos azuis (chuva).

O circuito de Red Bull Ring é considerado uma “montanha-russa” pela Pirelli, com apenas dez curvas e mudanças constantes de elevação. Em contrapartida, a fabricante avalia quesitos como tração, frenagem e aderência como medianos na pista – nota 3, em uma escala de 1 a 5.

“O asfalto no Red Bull Ring oferece aderência razoavelmente baixa em um circuito de baixa severidade, o que possibilita trazer os pneus mais macios da gama. Isso nos ajuda a colocar o foco no entretenimento, em um local que muitas vezes proporcionou corridas emocionantes no passado, graças a uma volta movimentada e compacta que é essencialmente uma série de curvas curtas”, afirmou Mario Isola, diretor de automobilismo da fabricante.

“A tração e especialmente a frenagem são fundamentais aqui: com um risco particular de travamento em algumas das áreas complicadas de frenagem em declive. Manter o desempenho dos pneus traseiros ao longo da volta também é vital para garantir a tração adequada. Nossa indicação de pneus possibilita uma variedade de diferentes estratégias possíveis”, completou.

Após o GP do fim de semana, a Pirelli terá quatro equipes testando os pneus de 2023: McLaren, Williams, Alpine e Red Bull. As duas primeiras testarão por dois dias, enquanto as outras duas trabalharão um dia cada.