Fórmula 1

Covid-19 tira Mariana Becker do GP da Inglaterra; Felipe Kieling retorna à F1

Correspondente já havia substituído a jornalista no início da temporada 2022

Da redação 01/07/2022 • 10:20 - Atualizado em 01/07/2022 • 14:57
Correspondente já havia substituído a jornalista no início da temporada 2022
Correspondente já havia substituído a jornalista no início da temporada 2022
Divulgação

O público que acompanha a Fórmula 1 pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação se reencontrou com uma voz conhecida nesta sexta-feira (1º): Felipe Kieling.

O correspondente da Band na Europa foi escalado para a cobertura do Grande Prêmio da Inglaterra, em Silverstone. Mariana Becker foi diagnosticada com Covid-19 e ficou fora.

“Tô com Cóvide, como dizem os italianos. Voltei para o quarto do hotel: Felipe Kieling, Silverstone é tudo contigo”, registrou Mariana no Twitter.

Também na rede social, o jornalista brincou com a escalação. “Estou na cobertura do GP de Silverstone. Tem gente já me chamando de Hulkenberg”, brincou, em referência à escalação de Nico Hulkenberg como reserva de equipes como Racing Point (2020) e Aston Martin (2022) nos últimos anos, substituindo Sergio Pérez, Lance Stroll e Aston Martin em corridas recentes.

No começo da temporada, Kieling já havia substituído Mariana Becker. Ao longo das primeiras etapas do ano, a repórter ficou fora enquanto se recuperava de um acidente de esqui sofrido nas férias.

No retorno aos microfones nesta sexta-feira (1º), Kieling comemorou a oportunidade de voltar à Fórmula 1. “Estava com saudades”, afirmou durante entrada ao vivo no Bandsports.