Fórmula 1

Lewis Hamilton inicia recuperação e garante que disputará o GP do Canadá

Britânico diz que não perderia corrida em Montreal, mesmo com fortes dores nas costas durante o GP do Azerbaijão

Da redação 13/06/2022 • 07:45
Britânico diz que não perderia corrida em Montreal, mesmo com fortes dores nas costas
Britânico diz que não perderia corrida em Montreal, mesmo com fortes dores nas costas
Mercedes AMG F1

Lewis Hamilton descartou nesta segunda-feira (13) a possibilidade de ficar fora do Grande Prêmio do Canadá, em Montreal. A prova acontece entre os dias 17 e 19 de junho.

O britânico encerrou o GP do Azerbaijão na véspera com fortes dores nas costas e teve até dificuldades para deixar o carro após a corrida. O chefe de equipe da Mercedes, Toto Wolff, disse que a situação seria avaliada e que Hamilton poderia até mesmo ser poupado da prova do fim de semana para se recuperar dos problemas – que, segundo piloto e equipe, seriam decorrentes do impacto do porpoising no corpo.

“Precisamos achar uma solução. Acho que ele é o mais afetado dos pilotos”, disse Wolff. “Você pode ver que isto não é mais (um problema) muscular. Atinge diretamente a coluna, e isso pode ter consequências”, completou.

No entanto, em sua conta no Instagram, Hamilton disse que já iniciou o trabalho de recuperação física e assegurou que estará no GP do Canadá.

“Ontem foi duro e eu tive problemas para dormir, mas acordei me sentindo otimista hoje. As costas estão um pouco doloridas, mas felizmente nada sério. Fiz acupuntura e fisioterapia com Ang (a fisioterapeuta Angela Cullen) e estou a caminho da equipe, para buscarmos melhorias”, escreveu.

“Temos que continuar lutando. Não há momento melhor que o presente para darmos a volta por cima, e nós vamos. Estarei lá neste fim de semana, não perderia por nada no mundo”, concluiu.