Copa do Mundo

FIFA anuncia utilização de tecnologia de impedimento na Copa do Mundo de 2022

Recurso semiautomático utilizado no Mundial de Clubes e na Copa das Nações Árabes vai auxiliar árbitros e assistentes na marcação das irregularidades

Vinícius Batista 01/07/2022 • 12:49 - Atualizado em 01/07/2022 • 18:34

A FIFA anunciou nesta sexta-feira (1) a utilização da tecnologia semiautomática de impedimento para a Copa do Mundo de 2022. O recurso, utilizado no Mundial de Clubes e na Copa das Nações Árabes neste ano, será responsável por auxiliar os árbitros e assistentes na marcação das irregularidades.

“Na Copa do Mundo de 2018, a FIFA deu o corajoso passo de usar a tecnologia VAR no maior palco do mundo, e provou ser um sucesso indiscutível. A tecnologia de impedimento semiautomatizado é uma evolução dos sistemas VAR que foram implementados em todo o mundo. A FIFA está orgulhosa desse trabalho, pois esperamos que o mundo vendo os benefícios da tecnologia semiautomática na Copa do Mundo", disse o presidente da entidade, Gianni Infantino.

A tecnologia será utilizada por meio de 12 câmeras espalhadas pelo estádio que vão acompanhar a trajetória da bola e até 29 pontos do corpo de cada jogador, calculando a posição exata dos atletas no campo. Além disso, a Al Rihla, bola oficial da Copa do Mundo, terá um sensor que vai identificar a posição em 500 vezes por segundo.

Com a utilização do recurso, um alerta de impedimento será imediatamente enviado à sala do VAR, que vai rever o lance manualmente pelos árbitros responsáveis na cabine. A ferramenta vai permitir tomadas de decisões mais rápidas e precisas sobre a infração.

“O VAR já teve um impacto muito positivo no futebol e podemos ver que o número de grandes erros já foi drasticamente reduzido. Esperamos que a tecnologia semiautomática de impedimento possa nos levar um passo adiante. “Os testes foram um grande sucesso e estamos muito confiantes de que, no Catar, teremos uma ferramenta de apoio muito valiosa para ajudar os árbitros e árbitros assistentes a tomar a melhor e mais correta decisão em campo", afirmou o chefe de arbitragem da FIFA, Pierluigi Collina.

A tecnologia semiautomática do impedimento será apresentada às seleções classificadas para a Copa do Mundo entre os dias 4 e 5 de julho, em Doha, no Catar, e compartilhada com o público logo depois.

Saiba como funciona a tecnologia semiautomática do impedimento: