Jogo Aberto

"Sabe o que vai acontecer? Nada", dispara Denílson sobre racismo na Libertadores

Torcedores do Palmeiras foram chamados de "macaco" por torcedor do Emelec

Da redação, com Jogo Aberto

Na vitória do Palmeiras por 3 a 1, diante do Emelec, no Equador, pela Libertadores, um gesto nas arquibancadas viralizou nas redes sociais. Um torcedor do time equatoriano foi filmado enquanto chamava palmeirenses de “macacos”.

Durante o Jogo Aberto desta quinta-feira, 28, Denílson comentou o ato que aconteceu menos de 24 horas após um argentino ser preso no Brasil pelo mesmo motivo durante o jogo Corinthians e Boca. O comentarista destacou que a situação não vai mudar.

“Falamos sobre isso ontem de manhã no programa e não passou nem 24 horas. Sabe o que vai acontecer? Nada. E os casos na mesma competição”, afirmou.

Renata Fan concordou com o comentarista e complementou afirmando que a Conmebol, entidade máxima do futebol sul-americano e organizadora da competição, precisa punir severamente os clubes que têm torcedores envolvidos nesses casos.

“Só vai parar quando a Conmebol punir de verdade. Pegar um time como o Boca Juniors e o River Plate, tirando três pontos e aí sim. Os outros com medo das consequências desportivas vão coibir isso", disse a apresentadora.

Ela completou dizendo que “não adianta" mais mostrar esses casos. Para ela, os criminosos não se sentem mais intimidados em cometer esse tipo de atitude. 

"Volto a repetir, o problema todo é a mentalidade, aquilo que você tem como educação, princípio e valor. A pessoa não está nem aí e expressa, humilha e comete um preconceito. De novo e não vai parar pelo jeito porque tem muita gente assim”, finalizou.

Além dos palmeirenses, torcedores do Corinthians, Red Bull Bragantino e Fortaleza foram vitimas de racismo, em caso envolvendo torcedores de times argentinos em jogos da Libertadores.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais