Esportes

Rogério Ceni é denunciado pelo STJD e pode pegar até 16 jogos de suspensão

Treinador foi autuado nos artigos 257 e 258 do órgão após expulsão contra o Red Bull Bragantino; árbitro relatou episódio na súmula

Vinícius Batista 10/05/2022 • 17:30 - Atualizado em 10/05/2022 • 19:05
Rogério Ceni pode pegar até 16 jogos de suspensão
Rogério Ceni pode pegar até 16 jogos de suspensão
Divulgação/SPFC

O técnico do São Paulo, Rogério Ceni, pode ser desfalque em várias partidas do Tricolor da temporada. O comandante foi denunciado nesta terça-feira (10) no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela expulsão no jogo contra o Red Bull Bragantino, pelo Brasileirão.

Na ocasião, Ceni foi expulso por Bruno Arleu de Araújo após críticas ao quarto árbitro Salim Fende Chavez. Na súmula, o juiz afirmou que Rogério chamou a arbitragem de “caseira” e causou um tumulto na área técnica.

"Por sair deliberadamente de sua área técnica, discordando e protestando com gestos na direção do 4º árbitro, sr, salim fende chaves, proferindo as seguintes palavras: "arbitragem caseira!". informo ainda que após a expulsão, o mesmo ficou rodeando o 4º árbitro, ocasionando um tumulto, oferecendo resistência para sair do campo de jogo, e somente se retirando após auxílio de integrantes de sua comissão técnica", diz o documento.

Rogério Ceni foi denunciado nos Artigos 257 (participar de rixa, conflito ou tumulto, durante a partida, prova ou equivalente) e 258 (assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras). Caso seja condenado, o técnico pode pegar até 16 jogos de suspensão.

Enquanto aguarda o julgamento, Rogério segue no comando do São Paulo na temporada. O próximo compromisso do Tricolor será nesta quinta-feira (12), contra o Juventude, às 19h30, no Morumbi, pelo jogo da volta da terceira fase da Copa do Brasil. A equipe paulista precisa apenas de uma vitória simples para se classificar.