Brasil Urgente

Depoimentos apontam que ataque a creche em SC foi planejado

Testemunhas indicam que ele estava se preparando há algum tempo, diz delegado

Da Redação, com Brasil Urgente 05/05/2021 • 18:20 - Atualizado em 06/05/2021 • 19:30

A Polícia Civil de Santa Catarina acredita que o rapaz responsável pelo ataque desta terça-feira (4) a uma creche da cidade de Saudades, a 650 km de Florianópolis, já vinha se preparando para o crime com antecedência. A informação é do Brasil Urgente.

De acordo com o delegado Jerônimo Marçal, testemunhas indicam que a invasão ao estabelecimento foi planejada com antecedência. O ataque matou cinco pessoas, sendo dois adultos e três crianças. A polícia também investiga se o autor do teve ajuda para o crime.

“A gente tem depoimentos de testemunhas que indicam que ele estava se preparando há algum tempo para praticar esse crime. Não necessariamente nesse local, mas que ele queria fazer algo nesse sentido”, afirmou Marçal.

O delegado ainda se mostrou sensibilizado com os depoimentos de funcionárias da creche – que, segundo ele, tiveram especial importância para a investigação até aqui.

“Das pessoas com quem eu conversei até agora, eu tomei o depoimento de três mulheres que estavam trabalhando no local. Foram os que mais me marcaram”, disse. “Os três provavelmente que trouxeram os elementos mais ricos para a investigação, e aqueles que mais chamaram a atenção pela emoção.”

O crime provocou comoção na pequena Saudades, cidade de cerca de 10 mil habitantes no Oeste Catarinense. O próprio delegado se mostrou emocionado com as circunstâncias das mortes.

“Por mais preparado que você esteja, por mais acostumado que você esteja a trabalhar com o crime, e com crimes graves, o que aconteceu ontem em Saudades não tem alguém que não se emocione com o que aconteceu”, desabafou.

  • Saudades
  • SC
  • Polícia Civil